fbpx

3 dicas de como reduzir custos operacionais na sua empresa

A cena é bastante comum. Sentado em sua mesa de trabalho, o empresário observa atentamente as despesas em uma planilha, questionando-se como reduzir custos operacionais.

De um lado, há os diversos contratos com fornecedores e gastos com pessoas. Do outro, impostos, taxas, contribuições e uma série de outros encargos. É então que, aos poucos, tem-se a dimensão do problema.

Se você vivencia esse dilema no dia a dia, prossiga com a leitura deste conteúdo. Trouxemos 3 dicas para enfrentar o desafio dos custos operacionais e otimizar os resultados da sua empresa!

1. Corte gastos

O primeiro passo é mapear os custos operacionais e entender o que pode ser eliminado. Os gastos podem ser de dois tipos:

Custos fixos

Permanecem estáveis independentemente das unidades produzidas, como aluguel, taxa de incêndio e IPTU.

Custos variáveis

Aumentam proporcionalmente às quantidades produzidas, como matéria-prima, comissões e fretes.

Uma boa ferramenta para realizar o mapeamento, bem como um brainstorming sobre onde cortar gastos, é o diagrama de Ishikawa. Com ele, você organizará um gráfico ligando o custo operacional às possíveis causas, que podem estar relacionados aos chamados 6Ms.

Método

Quais são os custos relacionados ao modo de trabalhar?

Máquina

Qual a influência da tecnologia da empresa nos custos?

Medida

Como as decisões da empresa afetam ou afetaram os gastos?

Meio ambiente

Como o contexto em que a empresa se insere modifica os custos?

Material

Qual a influência dos insumos e matéria-prima utilizada pela empresa?

Mão de obra

Qual a relação dos colaboradores com o custo operacional?

O segredo é avaliar a relação de causa e efeito nos 6 aspectos. Por exemplo, a tributação é um custo que pode, muitas vezes, ser mudado por melhorias de máquina (transformação digital) e de medida (outsourcing para cuidar da área).

2. Reveja fornecedores

Diversas coisas podem levar à necessidade de renegociação ou troca de fornecedores. Mudanças no cenário econômico, surgimento de ofertas mais vantajosas, correção de erros e crescimento da empresa são apenas alguns exemplos.

Por isso, busque informações sobre preços e condições praticadas no segmento de mercado periodicamente. Assim, ao sentar com o fornecedor, você saberá sempre a distância da entrega do atual contratado em relação aos demais. Logo, terá parâmetros para rever contratos.

3. Elimine o desperdício

Fortalecer uma cultura organizacional de redução de desperdícios também é uma boa resposta à pergunta sobre como reduzir custos operacionais. Um plano simples para desenvolver uma estratégia nesse sentido compreende os seguintes passos:

  • Mapeie os desperdícios na empresa (você pode utilizar novamente o diagrama de ishikawa);
  • Estabeleça metas de economia;
  • Fale com os líderes de cada setor e busque apoio;
  • Comunique diretamente ou por meio dos líderes as medidas tomadas e sua importância;
  • Se possível, fixe recompensas para caso as metas sejam atingidas;
  • Monitore os resultados e faça ajustes nas exigências.

Vale ressaltar que, em todas as atividades relacionadas à redução de custos, a participação dos colaboradores é fundamental. Quem está inserido na operação da empresa pode contribuir tanto com feedbacks como pelo engajamento no corte de desperdícios em suas atividades.

Também é importante buscar o máximo de eficiência nas tarefas dos funcionários. Procure unir a capacitação da mão de obra com um controle de qualidade ativo, sempre contando com a participação dos líderes para realizar esse acompanhamento.

Com essas dicas, você já tem uma boa noção de como reduzir custos operacionais e pode implementar mudanças para melhorar a saúde financeira da sua empresa.

Então, que tal dar os primeiros passos imediatamente? Leia nosso texto sobre Elisão Fiscal e como pagar menos impostos dentro da lei e comece a reduzir despesas no seu negócio!