fbpx

Como reduzir a carga tributária em sua empresa? Saiba o que fazer!

Um dos principais desafios de todo empreendedor no Brasil é lidar com a alta carga tributária em sua empresa. Além de todo o cenário concorrencial, de ter que estar sempre inovando e oferecendo melhores produtos ou serviços aos clientes, é preciso estar atento para pagar os impostos corretamente e também usar as oportunidades que a legislação oferece para reduzir a carga tributária.

Muito embora esse seja um complicador na gestão de qualquer negócio, é possível atuar para minimizar os impactos da carga tributária, aumentando as margens de lucro. Neste artigo, você poderá conhecer alguns métodos para alcançar esse objetivo. Vamos lá?

Como funciona a carga tributária das empresas no país?

O Brasil tem um dos sistemas tributários mais complexos do mundo. São diversas legislações na esfera federal, estadual e municipal, e que variam de acordo com o segmento de atuação. Há também questões que devem ser observadas por quem produz em um estado e vende em outro, por exemplo.

Existem impostos que incidem sobre o faturamento das empresas, sobre a compra de insumos e equipamentos, sobre o lucro. Também os impostos cobrados dos consumidores quando há a troca de propriedade dos bens e mercadorias. Ou seja, esse é sem dúvidas um grande obstáculo que os empreendedores precisam superar para alcançar o sucesso.

Como reduzir a carga tributária em sua empresa?

Por ser tão complicado, esse sistema abre margem para inúmeras oportunidades. É preciso entender a natureza do negócio, (entrar no DNA da operação do cliente)! Observar quais são as operações envolvidas e buscar alternativas de ganho fiscal conforme seja possível, dentro dos limites legais.

Determine o melhor regime para o cálculo dos tributos

Existem, basicamente, três regimes utilizados para a apuração de tributos no país. O simples nacional, o regime de lucro real e o de lucro presumido.

O primeiro é bastante especifico, válido para aquelas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano e que tem CNAE de acordo com uma lista permitida. É realmente menos complexo e custoso. Por isso, é importante observar se sua empresa se enquadra e fazer o possível para mantê-la nessa situação, caso se aplique.

O lucro real é o regime geral. É inclusive obrigatório em alguns casos. Também é o mais complexo, pois demanda alto grau de eficiência na apuração contábil. Normalmente, é vantajoso para empresas que apresentam margens baixas ou prejuízo.

O regime de lucro presumido é mais fácil de ser calculado que o real, pois parte de percentuais pré-estabelecidos que incidem sobre a receita bruta. Além de menor esforço para a apuração, ele costuma apresentar uma carga mais reduzida para os negócios de altas margens de lucro.

Invista na terceirização

A recente reforma trabalhista que aconteceu no Brasil, abriu ainda mais as possibilidades para a terceirização de atividades. Hoje, é possível repassar a execução de uma série de rotinas de apoio e até mesmo algumas relacionadas às suas atividades afins.

Isso reduz sensivelmente a quantidade de encargos trabalhistas e previdenciários normalmente pagos, bem como também o de alguns outros tributos que podem incidir em seu negócio.

Esteja atento às melhores condições oferecidas por localidade

Você já deve ter visto notícias sobre grandes empresas que encerram suas operações em um determinado estado e investem para construir uma nova unidade em outro. Na maior parte das vezes, isso acontece por benefícios fiscais.

Se sua empresa tem mobilidade, busque por aquela alternativa de instalação que está disposta a te oferecer alíquotas menores naqueles tributos que realmente fazem a diferença em suas margens. Em alguns casos, é possível conseguir esse tipo de negociação até mesmo com cidades vizinhas e uma mudança apenas da sede, já pode ser suficiente para reduzir incidência de tributos.

Por isso é tão importante investir no planejamento das ações visando reduzir a carga tributária da empresa. Contar com uma consultoria especializada de tempos em tempos pode ajudar a fazer essa avaliação, já que traz conhecimento sempre atualizado para dentro do negócio. Muitas vezes, mudanças simples podem gerar grandes resultados.

E agora que você descobriu o que deve adotar para reduzir os impostos de maneira legal, talvez se interesse também por conhecer as vantagens da se fazer a revisão tributária regularmente! Mais informações, entre em contato conosco clicando aqui.