fbpx

Por que a empresa fatura, mas não gera lucro? Veja agora!

Durante a gestão de um empreendimento, é comum que os administradores se deparem com a seguinte pergunta: por que a empresa fatura mas não gera lucro? Isso ocorre pela falta de conhecimento de certos conceitos essenciais para garantir os ganhos do negócio.

Mas não se preocupe, por meio deste artigo nós o ajudaremos a entender a diferença entre lucro e faturamento, a importância de verificar os custos fixos e variáveis e, por fim, como um agente especializado ajuda a aumentar a lucratividade da empresa. Confira!

Quais são as diferenças entre faturamento e lucro?

Primeiramente, é necessário entender que os dois termos não são sinônimos e devem ser administrados diferentemente. Confira os conceitos a seguir.

Faturamento

Também chamado de receita bruta, refere-se ao valor que uma empresa obtém pela venda de seus produtos ou prestação de serviços em um determinado período, ou seja, todo o contas a receber ou dinheiro que entra no caixa.

Por exemplo, se você tem uma lanchonete e recebeu um total de R$ 20.000,00 no mês com vendas, esse valor será o faturamento do negócio. No seu cálculo, não são consideradas despesas e custos, como impostos, folha de pagamento, mercadorias etc.

Lucro

Trata-se do restante obtido pela empresa depois que os custos são diminuídos do faturamento, podendo ser dividido em dois tipos: bruto e líquido. O primeiro consiste nos ganhos obtidos menos os custos variáveis, que são aqueles que variam dependendo das vendas do negócio.

Aplicando esse conceito no mesmo exemplo anterior, se a lanchonete gastou R$ 8 mil em mercadorias para fazer e entregar seus produtos, o lucro bruto será de R$ 12 mil.

Já o lucro líquido consiste no valor restante depois de deduzir todos os custos, incluindo impostos, aluguel e salários. Portanto, se o total que a mesma lanchonete gastou no mês foi de R$ 17 mil, o lucro líquido será de R$ 3 mil.

Qual é a importância de verificar custos fixos e variáveis?

Percebe-se que os custos interferem diretamente no lucro, por isso é crucial estudá-los para que você consiga maximizar os lucros. Esse conceito ainda pode ser desdobrado em duas categorias: fixos e variáveis. Entenda-os agora.

Custos fixos

São os gastos que não se alteram independentemente da quantidade de produtos vendidos ou serviços prestados, quantidade de clientes e outras variáveis. Alguns exemplos são:

  • Aluguéis de instalações e equipamentos;
  • Segurança e vigilância;
  • Salários dos colaboradores;
  • Limpeza e conservação do ambiente;
  • Contas fixas como de telefonia, internet etc.

Custos variáveis

Custos que aumentam ou diminuem conforme o desempenho do negócio. Eles dependem da quantidade de produção e vendas, preços praticados, descontos fornecidos e outras variáveis. Confira alguns exemplos:

  • Matéria-prima (mercadoria);
  • Comissão de vendas;
  • Consumo de energia e água na produção.

Por que a empresa fatura, mas não gera lucro?

Os custos são fatores bastante decisivos na formação dos lucros. Assim, de nada adianta um negócio ter um faturamento excepcionalmente alto se os custos também são igualmente elevados.

É importante que o gestor estude medidas no seu negócio para minimizar os custos e, consequentemente, maximizar os lucros. Ressalta-se que é plenamente possível fazê-lo sem reduzir a qualidade dos seus produtos, mas será necessário ter o apoio de uma empresa de BPO (outsourcing) para isso.

Como um agente especializado ajuda na maximização do lucro?

Reduzir os custos não é uma tarefa simples, já que muitas vezes é necessário ter conhecimento técnico. Existe um serviço conhecido como consultoria de custos, cujo objetivo é exatamente o de encontrar pontos de melhoria nos gastos da empresa.

Por exemplo, é plenamente possível reduzir os tributos do negócio sem infringir a lei, economizar nos insumos para produzir os bens, renegociar com fornecedores e parceiros, entre outros; mas somente com uma boa consultoria tributária essas vantagens serão obtidas.

Entendeu por que a empresa fatura, mas não gera lucro? Todo gestor deve reduzir seus custos fixos e variáveis para maximizar os lucros do negócio, porém, muitas vezes, isso somente é conseguido com o auxílio de especialistas no ramo.

Tem uma opinião sobre o texto? Use o espaço abaixo e deixe um comentário!